segunda-feira, junho 26, 2017

Festas típicas aquecem vendas em lojas de doces, aviamentos e supermercados

Festas típicas aquecem vendas em lojas de doces, aviamentos e supermercados

A procura por artigos para as tradicionais festas típicas está aquecendo as vendas do comércio de Barra Mansa. Lojas de doces, aviamentos e supermercados faturam neste período, que vai de junho a agosto. Em alguns segmentos, as vendas começaram já na segunda quinzena de maio, como é o caso de uma loja da cidade que vende, além de doces, descartáveis, enfeites e acessórios. “O maior movimento mesmo é este mês e segue até meados de julho”, informou o gerente da loja, Milton César Costa Soares, acrescentando que espera um aumento de 30% nesses produtos em relação aos outros meses do ano: “Depois da Páscoa, esse é o melhor período de vendas para nós”.

De acordo com Milton, os doces mais procurados são de leite, abóbora, paçoca, pé de moleque e cocada. “Na linha de descartáveis o produto mais vendido são as cumbucas de isopor para colocar os caldos. Os clientes têm comprado não só pra festas, mas também para usar em casa”, disse o o gerente, acrescentando que nessa linha a loja também vende muito copos, talheres, pratinhos, espetos para churrasco, algodão doce e pirulito, sacos de pipoca e cachorro quente.

Na parte de enfeites, ele informou que a loja conta com paineis de papelão e kits decorativos; balões e bandeirinhas, além de acessórios, como chapéus. “A novidade esse ano é uma linha completa de festa, que tem todos os produtos: convite; cachepot; adesivos; placas; caixa surpresa, para batata frita, pipoca e cachorro quente; toalha; cone para doces; copos; pratos; guardanapos; cestas, paineis e balãozinhos”, disse, informando que essa linha tem tido grande saída.  

Numa loja de Barra Mansa especializada em aviamentos, a procura pelos artigos para festas típicas também teve início em maio. “Vendemos bastante renda, fita de cetim e bordado inglês nessa época. O aumento chega a 10% em relação aos outros meses do ano”, informou a proprietária da loja, Viviane Santagueda Florêncio Lemos.

Para quem prefere comprar a roupa pronta, a loja conta com vestidos, camisas, chapéus e acessórios, tanto junino quanto country. “Esse ano uma novidade que trouxemos que tem vendido muito são as linhas mãe e filha e pai e filho, com vestidos, saias e camisas com a mesma estampa”, contou Viviane, acrescentando que outra novidade são os adesivos que imitam remendo de roupa para colocar nas calças jeans, sem ter necessidade de linha e agulha.

A proprietária da loja disse que espera um aumento de pelo menos 5% nas vendas em relação ao ano passado. “A procura geralmente segue até início de agosto, pois além das festas de colégios, que acontecem no início de junho, empresas fazem festas típicas, sem contar os aniversários a caráter”, comentou.

De acordo com o presidente do Sicomércio de Barra Mansa, Alberto dos Santos Pinto, os supermercados também registram aumento nas vendas de alguns produtos neste período. “Ingredientes para fazer cachorro quente, caldos, canjiquinha, arroz doce, quentão são os que mais têm aumento na procura nesta época do ano. E quem quer aproveitar, deve investir no estoque desses produtos”, disse Alberto.
 

Última semana para inscrições em cursos da Casa da Cultura de Itatiaia

Última semana para inscrições em cursos da Casa da Cultura de Itatiaia

Este ano a unidade possui 35 cursos e atende, gratuitamente, cerca de 800 alunos. A previsão é que novas turmas e cursos iniciem no segundo semestre

A Prefeitura de Itatiaia, por meio da Assessoria Especial de Cultura, informa que as inscrições para os cursos da Casa da Cultura serão realizadas até essa sexta-feira, dia 30 de junho. Dentre os cursos ofertados que ainda estão recebendo inscrições está violoncelo, oficina de bem estar, dança para portadores de necessidades especiais, jazz, dança contemporânea, hip hop, jazz funk, stiletto e dança mix.

Este ano a unidade possui 59 turmas e atende gratuitamente cerca de 800 alunos, a partir dos 3 anos de idade, em 35 cursos.

- Para as atividades de dança precisamos estipular o fim das inscrições, pois os professores já estão começando a trabalhar as coreografias do musical de fim de ano. Os outros cursos já estão com atividades avançadas, então novos alunos acabariam atrasando o processo de aprendizagem. No segundo semestre teremos novos cursos, que serão divulgados em breve, e novas turmas de alguns cursos que oferecemos atualmente – explicou o Assessor Especial de Cultura, Rafael Fioratto.

As inscrições podem ser feitas na Casa da Cultura que fica Rua Antônio Gomes de Macedo, nº 331, no Centro. A unidade funciona de segunda a sexta-feira, de 8h ao meio dia e das 13h30 às 17h. No ato da inscrição é necessário apresentar duas fotos ¾, cópia do comprovante de residência, cópia da certidão de nascimento ou identidade e atestado médico. No caso de menores de idade, os pais ou responsáveis devem levar uma cópia da identidade. Mais informações pelo telefone (24) 3352-2077.

RESENDE É O TERCEIRO MAIOR GERADOR DE EMPREGOS DO ESTADO, REVELA CAGED

RESENDE É O TERCEIRO MAIOR GERADOR DE EMPREGOS DO ESTADO, REVELA CAGED

Crescimento tem relação com agilidade e aumento na emissão de alvarás, se destacando entre municípios com mais de 30 mil habitantes

Na contramão do cenário nacional, que registra atualmente mais de 12 milhões de desempregados em todo o Brasil, Resende fechou o mês de maio com um saldo de 260 trabalhadores registrados em empregos formais no município. Os dados, divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), órgão ligado ao Ministério do Trabalho e do Emprego, colocam Resende em terceiro lugar em geração de empregos com carteira assinada no estado do Rio.

De acordo com o relatório do Caged, que analisa, mês a mês, a evolução do emprego formal em municípios com mais de 30 mil habitantes, em maio Resende registrou um total de 1.147 admissões, contra 887 desligamentos, obtendo o saldo de 260 empregos. Já analisando a evolução no ano, este número fica ainda mais significativo, pulando de 260 para 621 trabalhadores com carteira assinada. Neste período foram feitas 5.048 admissões, contra 4.427 demissões.

Para o prefeito Diogo Balieiro Diniz, a evolução do número de empregos formais em Resende, detectada pelo Caged no último mês, mostra que o município está recuperando, pouco a pouco, seu potencial de crescimento e sua credibilidade junto aos investidores.
- Nosso município, como todos do Estado do Rio, sofreu duramente os efeitos da crise econômica, que levou muitas empresas a fecharem suas portas e a encerrar milhares de postos de trabalho. No entanto, graças ao conjunto de ações em prática na cidade, começamos a enxergar resultados, reencontrando o caminho do desenvolvimento. Bons exemplos são a chegada de novos empreendimentos na cidade, como a rede de Supermercados Atacadão S/A, pertencente ao grupo Carrefour, que deverá gerar 650 empregos diretos; e a criação do segundo turno da Nissan, com a contratação de 600 novos trabalhadores – destacou Diogo Balieiro Diniz.

Resende aposta na liberação de novos alvarás

Além da vinda do Supermercado Atacadão, que se instalará na região da Grande Alegria com investimentos de R$ 20 milhões, e a ampliação da produção da Nissan, que representou a injeção de R$ 200 milhões na fábrica de Resende, o município também registrou, em 2017, um aumentou significativo no número de alvarás concedidos para a instalação de novos negócios – fator que também contribui de forma decisiva para a criação de novos empregos no município.

De acordo com o secretário municipal de Indústria, Turismo, Tecnologia e Serviços, Raphael Gattás, de janeiro a maio deste ano foram emitidos em Resende 451 novos alvarás, contra 380, no mesmo período do ano passado – um aumento de quase 19%. O destaque foi o setor de Serviços, para o qual foram liberados, de janeiro a maio, 264 alvarás. Em segundo lugar ficou o segmento do Comércio com 184 alvarás; e em terceiro o de Indústria, com 3. Além dos 451 já registrados, no mês de junho, que ainda está em curso, já foram concedidas 70 liberações, totalizado 521 alvarás.

De acordo com o secretário municipal de Indústria, Turismo, Tecnologia e Serviços, Raphael Gattás, além de fortalecer a economia do município, um dos impactos mais positivos revelados pelo aumento do número de alvarás é a criação de novas oportunidades para os trabalhadores.

- Quando um novo negócio se inicia, seja ele no setor do comércio, de serviços e da indústria, novas oportunidades surgem, porque mesmo que a atividade seja de pequeno porte, ela abrirá novos postos de trabalho. E são esses pequenos negócios que, ao lado dos grandes, movimentam e potencializam a economia. Por isso, temos trabalhado muito para reduzir burocracias, diminuir prazos e facilitar a concessão de novos alvarás em Resende. Nosso próximo passo agora será investir na capacitação desses empreendedores, em parceria com o Sebrae, agregando valor às suas atividades, ampliando seus negócios para que, consequentemente,  possam abrir novas vagas de trabalho – explica Raphael Gattás.

Rua de Lazer teve Bike Anjo neste domingo em Volta Redonda



Adultos e crianças tiveram a chance de aprender a pedalar
 
Você se lembra quando foi que aprendeu a andar de bicicleta?  Para a bibliotecária Andreia Paim essa sensação foi há muitos anos, quando ainda criança ela começou a pedalar. Mas o tempo passou e nunca mais ela pedalou. Agora, aos 40 anos, deixou a vergonha de lado e se inscreveu na EBA (Equipe Bike Anjo).
 
“Hoje foi um dia fantástico pra mim. Estou me sentindo realizada. A gente cresce e fica com vergonha. Ainda tenho que me equilibrar mais nas curvas. Eu recomendo a todos os adultos que nunca desistam”, disse Andreia sorrindo.
 
A auxiliar administrativo Gisela Romano veio de Barra do Piraí para conhecer e também participar. 

“Eu não sei andar de bicicleta, ouvi falar da Rua de Lazer e do Bike Anjo, então aproveitei para conhecer os dois projetos”, disse Gisela.
 
A Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria de Cultura, oferece a chance de outros projetos, como o Bike Anjo, também participarem da Rua de Lazer, que ocorre todos os domingos, das 8h às 17h, na Radial Leste, próximo ao bairro Aero. Todos os domingos ela é fechada para atividades de lazer. É uma oportunidade para a família se divertir ou se exercitar. 

A Guarda Municipal também participa, garantindo a ordem e segurança no local. Outros projetos esportivos também podem participar. Basta entrar em contato com a Secretaria de Esportes de Volta Redonda.
 
 
Bike Anjo também tem espaços inclusivos para pessoas cegas ou com síndrome de down.
 
O Bike Anjo é um grupo formado por pessoas da região com o intuito de ajudar adultos e crianças a aprender a pedalar. Crianças com síndrome de down também recebem a atenção da equipe. São 25 pessoas integrantes  do grupo.  Vicente Sacramento  é um dos idealizadores do Bike Anjo. Ele conta que a EBA já está presente em 24 cidades do Brasil. Tudo começou em 2015 quando ele e mais alguns amigos conheceram o grupo em São Paulo.
 
“É uma emoção muito grande ver as crianças aprendendo e, principalmente os adultos. Qualquer pessoa pode se cadastrar no grupo bikeanjo.org e ser um integrante também. Todos são bem-vindos”, disse Vicente.
 
O advogado Francis Bevilacqua veio de Piraí para conhecer o projeto e pretende implantar a ideia por lá. “Eu faço parte do grupo Catracas da Serra e tenho certeza que o Bike Anjo vai ser um sucesso em Piraí”, disse.

domingo, junho 25, 2017

Feirão de Imóveis movimenta mercado em Volta Redonda





Feirão de Imóveis movimenta mercado em Volta Redonda

O prefeito Samuca Silva participou da abertura do Feirão de Imóveis do Sul Fluminense 2017, no Recreio do Trabalhador, neste sábado e domingo, dias 24 e 25.  O superintendente regional da Caixa Econômica, Walter Luis Siqueira da Silva, disse que o mercado carece desses incentivos para aquecer as vendas. 

Mais de mil imóveis estão à venda, o que de certa maneira favorece os compradores que podem negociar valores. Os irmãos gêmeos Dionathan e Diovanne knupp aproveitaram a oportunidade para comprar o primeiro apartamento.

“Eu estou noivo e pretendo me casar em maio de 2018. Eu já sabia do feirão e vim conferir. Minha noiva ainda não sabia que eu iria comprar. Foi uma surpresa para ela”, disse Dionathan, que é servidor público do Estado.

Pensando num investimento para o futuro, o irmão dele também aproveitou para fechar negócio.

“Eu achei interessante as condições oferecidas. Eu já vinha me planejando, gostei da comodidade de não pagar condomínio por um ano e penso no imóvel como um investimento”, disse Diovanne knupp, técnico em eletrônica.

Samuca Silva destacou a intenção de que a população tenha seu poder de compra de volta.

“Tenho certeza que Volta Redonda ainda vai resgatar a grandeza do Sul Fluminense. Todas as ações que gerem movimentação financeira, renda e empregos, terão o nosso apoio", finalizou o prefeito.


Passeio reúne mais de 300 ciclistas em Barra Mansa

Passeio reúne mais de 300 ciclistas em Barra Mansa

Ação é a segunda etapa do projeto “Respeito ao Pedestre e ao Ciclista”; trajeto foi de 15 quilômetros, com início no Parque da Cidade, no Centro da cidade, até o distrito de Rialto

O passeio ciclístico organizado pela Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer, em parceria com a Guarda Municipal de Barra Mansa através do PET (Programa de Educação no Trânsito)  contou com a participação de mais de 300 pessoas. O grupo saiu às 9 horas no Parque da Cidade e seguiu até Rialto, onde os participantes se dispersaram. Antes do passeio, que teve um percurso de 15 quilômetros, foram dadas orientações aos ciclistas e participantes com distribuição de panfletos informativos para o público.

De acordo com o comandante da Guarda Municipal, o evento superou as expectativas e teve um resultado muito positivo, com trajeto tranqüilo e agradável para os participantes. “Tudo que for relacionado à educação e conscientização, será positivo para a cidade. Queremos que os motoristas comecem a visualizar as bicicletas como meio de transporte e que saibam respeitar as regras de trânsito pra uso delas”, disse.

Para o coordenador do PET, Agostinho José da Silva Neto, a participação da população é essencial em atividades de orientação, para que esteja preparada para receber o aumento do fluxo de ciclistas com o projeto da CicloAtlântica. “A prática do ciclismo cresce muito e é de grande importância orientar a população sobre as regras de trânsito existentes para que todos estejam preparados para recepcionar ciclistas que os que passarão futuramente pela cidade”, destacou.

Ainda no projeto “Respeito ao Pedestre e ao Ciclista”, serão realizadas ações como colocação de placas de sinalização em vias compartilhadas entre veículos automotivos e bicicletas; distribuição de adesivos para carros, com informação sobre distância mínima a ser mantida e busdoor nos ônibus que circularão pela cidade, informando a população sobre a existência da artigo 201 do Código de Trânsito Brasileiro.

sábado, junho 24, 2017

Prefeitura de Volta Redonda lança modelo de PPA Participativo inovador no país


Prefeitura de Volta Redonda lança modelo
de PPA Participativo inovador no país
I Fórum do Plano Plurianual Participativo foi realizado
neste sábado e teve grande adesão da sociedade

A secretaria municipal de Planejamento de Volta Redonda realizou neste sábado, dia 24, no auditório da UGB (Centro Universitário Geraldo Di Biase), o I Fórum do Plano Plurianual Participativo. O modelo, que uniu participação da sociedade no evento com acessos digitais, é pioneiro no Brasil. 

"O que a gente mais via eram discussões fechadas entre os técnicos. O que estamos fazendo em Volta Redonda é abrir essa grande e importante caixa, que é o PPA, para que a sociedade tenha a maior participação possível, tanto presencial como por meio de acessos digitais", comentou o secretário de Planejamento Júlio Andrade. 

E a iniciativa deu certo: foram mais de 1.600 participações pelos canais dígitos apontando problemas e sugerindo soluções. Além das participações presenciais no Fórum que produziram muitas outras diretrizes. 

Professores, estudantes universitários e representantes de associações de moradores debateram, fizeram críticas, cobraram, mas acima de tudo, apontaram soluções para Volta Redonda. 

"Estou muito feliz por participar desse momento histórico para Volta Redonda. Não imaginava que isso fosse ocorrer um dia. Mas esse dia chegou e a sociedade está construindo, junto com o poder público, seu futuro. É maravilhoso estar aqui", comentou emocionado Carlos Alberto de 48 anos, presente no Fórum. 

O prefeito Samuca Silva, que abriu o Fórum ao lado do vice-prefeito Maycon Abrantes, se disse orgulhoso por estar à frente de um governo que proporciona cada vez mais o diálogo e a participação da sociedade nas decisões da cidade. 

"Estamos conseguindo resgatar o senso crítico em Volta Redonda. Esse é nosso principal objetivo aqui hoje. Estamos arrumando a casa e a participação da sociedade, nesse momento,  é muito importante. Estamos investindo muito  na saúde e na geração de empregos. O diálogo e a transparência são fundamentais, por isso estamos realizando o PPA participativo. Juntos,  vamos apontar  as prioridades que Volta Redonda precisa”, enfatizou o prefeito.    

Também presente no Fórum, o vereador Edson Quinto, representando o legislativo, elogiou a iniciativa da prefeitura. 

“Cada dia que passa a gente vê uma melhora na cidade, que a gente não via no passado. É um momento histórico, com intensa participação e isso é muito bom para todos nós", comentou o vereador.


Nove Grupos se reuniram em salas separadas e
 discutiram temas essenciais para Volta Redonda


Logo após as três palestras: “Possibilidades e Limites da Participação contemporânea”, realizada pelo professor Virgílio Oliveira, de Juiz de Fora; “Participação Democrática e Internet", por Júlio Andrade e “PPA Digital e o Resultado da Experiência em Volta Redonda”, ministrada por Enock Azevedo, os mais de 350 participantes se dividiram por temas de interesse, debateram os assuntos e fecharam sugestões. Temas: Educação; Emprego, Renda e Turismo; Saúde; Cultura; Meio Ambiente e Saneamento Básico; Mobilidade, Habitação e Planejamento Urbano; Funcionalismo Público, Transparência e Participação Social; Infraestrutura Urbana e Segurança Pública. 

"Devemos participar sempre desta e de outras iniciativas, para garantir o controle social, a participação popular através das associações de moradores, observando a qualidade dos serviços e o avanço da cidade", comentou a presidente da FAM (Federação da Associação de Moradores de Volta Redonda), Fátima Martins. 

A parte social do evento ficou por conta da Orquestra de Cordas de Volta Redonda, coordenada pela Maestrina Sarah Higino.