sábado, dezembro 03, 2016

A banda Nacional Blues é uma das atrações confirmadas no Volta Redonda do Rock 2016, que acontece nos dias 01 a 04 de dezembro na Praça Brasil, em Volta Redonda-RJ

A banda Nacional Blues é uma das atrações confirmadas no Volta Redonda do Rock 2016, que acontece nos dias 01 a 04 de dezembro na Praça Brasil, em Volta Redonda (RJ). O evento traz 20 bandas regionais. A Nacional Blues se apresenta no dia 03 (sábado), a partir das 18 horas.
As vendas de alimentos e bebidas no Volta Redonda do Rock 2016 são coordenadas por entidades beneficentes da cidade. A entrada é franca. O festival é uma realização da Secretaria de Cultura de Volta Redonda. 
A programação do fim de semana pode ser conferida a seguir.
Sábado
15h – CASA 30
16h – IGUANAS
17h – MIXIRICAS
18h – NACIONAL BLUES
19h – MAVERICKS PUNK
20h – QUASE NORMAL
21h – ULTRAVOLTS
Domingo
15h – ALTEREGO
16h – CHOCOLATE SENSUAL
17h – MAJOR
18h – D´HANKS
19h – OHMÍZIO
20h – MIGNIGTH SPECIAL
21h – BELLAMORE
Ouça o novo single da Nacional Blues, intitulado “Expresso 22”, a seguir. A música antecede o novo EP da banda, que será lançado no próximo ano.

Acompanhe a Nacional Blues e +:
www.facebook.com/nacionalblues
Agência: www.beelyper.com

sexta-feira, dezembro 02, 2016

Inscrição Aberta de Curso Técnico Gratuito em Barra Mansa-RJ

MATRÍCULAS 2017 PARA O CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO
Atenção!!!
Estaremos realizando a matrícula para o 1 semestre de 2017, no dia 19 DE DEZEMBRO, a partir das 8:00h, na secretaria do Washington Luiz, localizada provisoriamente no CIEP 485, no bairro Bom Pastor.
Para fazer o curso é necessária a CONCLUSÃO do Ensino Médio. Não pode estar devendo dependência.
DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA A MATRÍCULA:
• Original e cópia da certidão de nascimento ou casamento;
• Original e cópia da carteira de identidade e CPF do aluno maior de idade ou de seus responsáveis (pai e mãe), em caso de menor de idade;
• Cópia do comprovante de residência atual (água, luz ou telefone) no próprio nome ou de seus pais (2 cópias caso necessite de passe escolar);
• 3 fotos 3x4;
• Declaração de Conclusão original (com validade de 30 dias) ou original e cópia do Histórico Escolar.
• Original e cópia do Certificado de Reservista;
• Original e cópia do cartão do SUS.
Qualquer dúvida, o telefone da escola é o 3322-3740

Cursos Técnicos Gratuitos com Inscrições Abertas em Volta Redonda-RJ

As inscrições para o processo seletivo para os cursos concomitantes/subsequentes foram prorrogadas. Se você não tinha conseguido se inscrever antes, não deixe essa oportunidade passar.
Edital complementar: http://bit.ly/2gVmiQf

A Faculdade Sul Fluminense oferece uma alternativa inovadora em nossa região para acesso ao Ensino Superior. Estão abertas as inscrições para o Vestibular Social FaSF 2017.1

Prezado(a),

A Faculdade Sul Fluminense oferece uma alternativa inovadora em nossa região para acesso ao Ensino Superior. Estão abertas as inscrições para o Vestibular Social FaSF 2017.1

As inscrições são gratuitas em nosso site e podem ser realizadas até dia 02/01/2017. O formulário de inscrição está disponível em nossa página na internet: www.fasfsul.com.br/vestibularsocial, ou se preferir, acesse o formulário de inscrição pelo link: https://goo.gl/0q07dm


São mais de 140 bolsas de Estudos, distribuídos entre os cursos de Psicologia, Administração, Recursos Humanos e Logística.

Informações adicionais podem ser obtidas por através de nossa equipe de secretaria, através dos contatos:

E-mail: sec.fasf@gmail.com
Telefone: 24-33408771.

Solicitamos que divulguem aos interessados em sua empresa ou rede de contatos.

O Edital com informações sobre o  Vestibular Social, está disponível em nossa home page, na página "Processo Seletivo" (http://fasfsul.com.br/processo-seletivo).

Fórum de Juventude em Volta Redonda-RJ


14 alimentos para apimentar a sua relação

Amendoim: Rico em vitamina E, o amendoim aumenta a energia e o apetite sexual

Pimenta: Refeições com picante causam excitação e o aumento do ritmo cardíaco.

Banana: É um alimento enérgico que ajuda a combater a ansiedade. Facilita o bom-humor e a líbido.
Café: A cafeína dá uma dose renovada de energia ao corpo e os alcaloides ajudam a manter o rendimento sexual e atrasar o orgasmo.
Gengibre: Prolonga a ereção e estimula a lubrificação feminina.

Espargos: São ricos em potássio, fósforo, cálcio e vitamina E, fornecendo energia extra.

Aveia: A aveia ajuda no aumento da testosterona, impulsionando o desejo sexual.
Legumes: Sobretudo brócolos e cogumelos. São ricos em vitamina A e ajudam a regular a progesterona.
Romã: Ajuda na circulação sanguínea do corpo colaborando para uma boa performance sexual.
Peixe: Rico em Ómega-3, especialmente o salmão e o atum, aumentam os níveis de hormonas sexuais.

Morangos: Têm formas e cores que despertam instintos, daí o ato de comer morangos se tornar afrodisíaco.
Chocolate: Desfazê-lo na boca é considerado sensual. Ajuda a diluir o sangue fluindo melhor.

Carne vermelha: Garante a quantidade de zinco necessária para combater a disfunção erétil.
Vinho: Com moderação, além de se sentir calor, o vinho aumenta os níveis de estrogénio e facilita a circulação sanguínea. http://www.menshealth.com.pt/sexo/sedu%C3%A7%C3%A3o/artigo/-alimentos-afrodisiacos

quinta-feira, dezembro 01, 2016

USP fora do top 10: Universidades brasileiras caem em ranking internacional

São Paulo - As universidades brasileiras caíram na avaliação de um dos principais rankings universitários e pela primeira vez, desde 2013, o País deixou de aparecer nas 10 primeiras posições de instituições mais prestigiadas dos países emergentes. O ranking é feito pela revista britânica Times Higher Education (THE), uma das principais referências em reputação acadêmica.
A Universidade de São Paulo (USP) era a única instituição brasileira que aparecia entre as dez primeiras, mas caiu da 9ª posição para a 13ª. A primeira edição do ranking de países emergentes da THE foi divulgada em 2013. Naquele ano, a USP ficou no 11º lugar. Procurada pela reportagem, a USP não se posicionou até as 19h desta quarta-feira, 30.
Outras 11 instituições do Brasil também perderam posição no ranking. "O número de estudantes universitário no Brasil cresceu 60% entre 2005 e 2012, mas a realização não tem sido acompanhada no mesmo tamanho em financiamento. Há muito trabalho para ser feito para melhorar a qualidade e a relevância da educação", disse Phil Baty, editor da publicação.
O Brasil tem 25 universidades entre as 300 instituições avaliadas pelo ranking. No ano passado, quando a publicação incluía apenas as 200 melhores, o País tinha 14 entre as destacadas. "É uma boa notícia que 25 universidades brasileiras entraram para essa prestigiada lista - contra apenas 15 no ano passado -, mas é decepcionante que a maioria tenha perdido posição", disse Baty.
A China mais uma vez dominou o ranking, com seis instituições nas 10 primeiras posições e 52 no total.
Entre os 13 critérios analisados pela revista, estão o grau de titulação dos professores, o impacto das citações em publicações científicas, reputação e o nível de internacionalização das universidades.
A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), segunda melhor instituição brasileira, de acordo com a revista, caiu da 24ª para a 28ª posição. Para Alvaro Crósta, coordenador geral da universidade, as oscilações são "naturais", mas disse que a queda está relacionada a queda de investimentos. "As universidades chinesas são as que mais têm se destacado e elas têm um investimento massivo de seu governo. Ao contrário da situação que vivemos no Brasil, com uma série de problemas no orçamento", disse.
Crósta afirmou que, para melhorar seu prestígio, a Unicamp precisa investir na internacionalização, atraindo professores e estudantes, e melhorar a visibilidade de sua produção científica. "São ações que demandam recursos e, nesse momento de crise, o que temos é destinado para suprir necessidades básicas, como o pagamento de salários. Não temos espaço para novos investimentos em ações de internacionalização", disse.
As universidades estaduais paulistas vivem uma grave crise financeira. A principal fonte de receita das três universitárias é a cota fixa de 9,57% da receita do Estado de São Paulo com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), tributo com a maior queda de arrecadação neste ano em função da crise econômica. Apenas o gasto com os salários de professores e técnicos já supera toda a receita vinda do Estado.
A Universidade Estadual Paulista (Unesp) também caiu neste ano da 122ª para a 169ª posição. No entanto, a instituição afirmou que a crise financeira não afetou "decisivamente" o posicionamento no ranking por ser muito recente. "Mas, nos próximos anos, se ela perdurar, é bem possível que repercuta nos indicadores acadêmicos", disse em nota a universidade.

http://educacao.uol.com.br/noticias/agencia-estado/2016/11/30/usp-fora-do-top-10-universidades-brasileiras-caem-em-ranking-internacional.htm

PF realiza nova fase da operação Zelotes e cumpre 34 mandados em 3 Estados


A Polícia Federal realiza na manhã desta quinta-feira (1º) a oitava fase da operação Zelotes. Segundo fonte citada pela agência de notícias Reuters, os bancos Itaú Unibanco e BankBoston estão entre os alvos. O BankBoston foi comprado pelo Itaú em 2006. 
Procurado pelo UOL, o Itaú afirmou que a PF cumpriu mandados nas dependências do banco com o objetivo de apreender documentos relativos a processos tributários do BankBoston.
O maior banco privado do país disse que os processos investigados pela Zelotes no BankBoston não foram incluídos na compra do banco pelo Itaú e, portanto, o banco não está envolvido no caso. "O Itaú não tem qualquer ingerência em tal condução, inclusive no que se refere a eventual contratação de escritórios ou consultores", disse. 

'Conluio'

De acordo com a PF, a nova etapa da operação aponta a existência, entre os anos de 2006 e 2015, de "conluio entre um conselheiro do Carf e uma instituição financeira. O esquema criminoso envolvia escritórios de advocacia e empresas de consultoria".
Processos administrativos fiscais teriam sido manipulados em ao menos três ocasiões.
Cerca de 100 policiais federais cumprem 34 mandados judiciais, sendo 21 de busca e apreensão e 13 de condução coercitiva (quando a pessoa é levada para depor) nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco.
Os alvos são investigados por corrupção ativa, corrupção passiva, advocacia administrativa tributária e lavagem de dinheiro.

Outro lado

Em nota, o Itaú disse que quando comprou o BankBoston do Bank of America, em 2006, o contrato de aquisição não abrangeu a transferência dos processos tributários do BankBoston.
"Esses processos continuaram de inteira responsabilidade do Bank of America. O Bank of America é, assim, o único responsável pela condução desses processos."
O banco afirma, ainda, que não tem nenhuma relação com a contratação dos escritórios de advocacia e das empresas de consultoria que fazem parte da investigação da Zelotes, e que está à disposição das autoridades. 

A operação Zelotes

A Zelotes começou em março de 2015 com o objetivo de desarticular organizações criminosas que atuavam junto ao Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais), causando prejuízo aos cofres públicos com a manipulação de julgamentos no órgão que é responsável por julgar recursos contra decisões da Receita Federal.
Posteriormente, a operação também passou a investigar suposto pagamento de propina para a edição de medidas provisórias.
A operação já levou o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, a virar réu em uma ação que tramita na Justiça Federal do Distrito Federal.
(Com Reuters)http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2016/12/01/pf-realiza-nova-fase-da-operacao-zelotes-e-cumpre-34-mandados-em-3-estados.htm

Novos casos de AIDS entre jovens dobram nos últimos 10 anos

O número de homens jovens (de 20 a 24 anos) com AIDS cresceu 107,5% de 2006 a 2015, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Os números serão apresentados oficialmente pelo ministro da pasta, Ricardo Barros, na manhã de hoje (30.nov).
Esta reportagem é do Poder360 e as informações do repórter André Shalders
Em 2006, a incidência de AIDS nesse grupo era de 15,9 para cada 100 mil pessoas. Em 2015, a taxa dobrou e chegou a 33 para 100 mil. Os homens jovens são o grupo em que a doença mais avançou. São também a maior preocupação do ministério, hoje.
O Boletim Epidemiológico traz pelo menos uma boa notícia: o número de soropositivos que está em tratamento cresceu nos últimos anos.
A imagem abaixo mostra a evolução no número de pessoas tratando o HIV (clique na imagem para ampliar):
aids-sus-trat-30nov2016
No fim de outubro deste ano, 489 mil brasileiros estavam tratando a doença, de acordo com o MS. O número representa um crescimento de 38% desde 2013.
Naquele ano, o tratamento para o vírus HIV tornou-se disponível gratuitamente para todas as pessoas no Sistema Único de Saúde (SUS).
http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2016/11/30/novos-casos-de-aids-entre-jovens-dobram-nos-ultimos-10-anos/?cmpid=fb-uolnot

Temer age para que deputados e senadores mantenham concessões de rádio e TV

O presidente Michel Temer (PMDB-SP) acionou o STF (Supremo Tribunal Federal) para tentar barrar processos judiciais contra políticos que possuam concessões de rádio e TV. A iniciativa, tomada por meio da AGU (Advocacia-Geral da União), pode favorecer 40 parlamentares, entre eles os senadores Aécio Neves (PSDB-MG), Agripino Maia (DEM-RN), Fernando Collor (PTC-AL) e Jader Barbalho (PMDB-PA).
No dia 9, o governo federal ingressou no Supremo com uma ADPF (Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental) pedindo que os ministros suspendam e julguem inconstitucionais decisões judiciais recentes que contrariam os interesses de deputados e senadores.
Na arguição, o governo afirma que tais decisões conferem "interpretação incorreta à regra de impedimento constante do artigo 54" da Constituição Federal e "ofendem os preceitos fundamentais da proteção da dignidade da pessoa, da livre iniciativa, da autonomia da vontade, da liberdade de associação e da liberdade de expressão". A peça é assinada por Temer, pela advogada-geral da União, Grace Mendonça, e pela secretária-geral de Contencioso, Isadora Cartaxo de Arruda.
A ministra Rosa Weber foi designada relatora da arguição de Temer no STF. Não há previsão para que o caso entre na pauta do plenário da Corte.
O tema das concessões de políticos já é objeto de duas ADPFs no Supremo, ambas movidas pelo PSOL e sob relatoria do ministro Gilmar Mendes. Estas arguições questionam as concessões de políticos e foram reforçadas por pareceres da Procuradoria-Geral da República.
No último dia 21, o advogado Bráulio Araújo, que representa do PSOL e integra o Intervozes, coletivo de ativistas pelo direito à comunicação, protocolou no STF manifestação em que rebate os argumentos do governo e reafirma a tese de que a Constituição veda concessões a parlamentares. O documento também será analisado por Rosa Weber.

Divergência

A divergência principal se dá em torno do artigo 54 da Constituição. Ele prevê que deputados e senadores não podem "firmar ou manter contrato com pessoa jurídica de direito público, autarquia, empresa pública, sociedade de economia mista ou empresa concessionária de serviço público, salvo quando o contrato obedecer a cláusulas uniformes" nem "aceitar ou exercer cargo, função ou emprego remunerado" em entidades como estas.
O artigo também diz que os parlamentares não podem "ser proprietários, controladores ou diretores de empresa que goze de favor decorrente de contrato com pessoa jurídica de direito público".
Para o PSOL e entidades como o Intervozes, o artigo impediria a concessão ou a renovação de concessões de rádio e TV a empresas que tenham deputados e senadores como sócios.
Doutor em direito econômico pela USP (Universidade de São Paulo) e autor das duas ADPFs movidas pelo PSOL, Bráulio Araújo diz que a proibição é clara e tem amparo em decisões do próprio STF. "É constitucional a imposição por lei de alguns limites às liberdades individuais."
Para o governo Temer, esta interpretação é incorreta porque os atos de concessão obedeceriam a cláusulas uniformes, ou seja, poderiam se encaixar na exceção prevista no artigo.

Cancelamentos de concessões

Paralelamente, neste ano, a Justiça Federal determinou o cancelamento de concessões de emissoras de rádio de três deputados federais de São Paulo: Baleia Rossi (PMDB), Beto Mansur (PRB) e Antônio Bulhões (PRB). As decisões foram tomadas após ações do Ministério Público Federal. Ações similares contra parlamentares tramitam em outros Estados.
De acordo com a AGU, foi esse conjunto de medidas que levou o governo federal a acionar o STF (ver nota abaixo).
Levantamento do Intervozes mostra que 32 deputados federais e oito senadores são sócios de emissoras de rádio e TV no país (confira a lista). Dois deputados tornaram-se ministros de Temer: Ricardo Barros (Saúde) e Sarney Filho (Meio Ambiente). À "Folha de S.Paulo", em 2015, alguns congressistas disseram que não têm participação em emissoras.
Araújo ressalta que nenhum governo desde a redemocratização, na década de 1980, combateu a permissão para parlamentares terem concessões de radiodifusão, mas se diz surpreso com a iniciativa do governo Temer em defesa da prática.
"A situação chegou a esse ponto por omissão do Poder Executivo nas últimas décadas. Questionamos essa omissão sistematicamente. Nosso objetivo [no Ministério Público] era provocar a manifestação do Supremo. O governo tenta agora justificar a omissão com essa ADPF", afirma o procurador da República Jeferson Aparecido Dias, que atua na Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão no Estado de São Paulo e participa do Findac (Fórum Interinstitucional pelo Direito à Comunicação).
No entendimento de Dias, parlamentar que é dono de concessão não pode vender sua parte nem transferi-la a um familiar, deve devolvê-la ao poder público.

O que dizem os parlamentares

Procurado pelo UOL, Sarney Filho afirmou, por meio de nota enviada pela assessoria do ministro do Meio Ambiente, que "não é proprietário e sim cotista minoritário" de veículos de comunicação. De acordo com o Intervozes, ele é sócio das rádios Mirante e Litoral Maranhense e da TV Mirante.
"A Constituição Federal não faz qualquer referência ao fato de sócios, de empresas jornalísticas e de radiodifusão, serem detentores de mandatos eletivos. O ministro da Saúde, Ricardo Barros, é sócio cotista da empresa Frequencial Empreendimentos de Comunicação não tendo a maioria das cotas da empresa", disse em nota a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde. A Frequencial é uma emissora de rádio situada em Maringá (PR).
"Por se tratar de matéria constitucional, cumprirei a decisão do Supremo Tribunal Federal, quando for proferida, sobre o assunto", disse o senador Agripino Maia por meio de sua assessoria de imprensa. O parlamentar é dono da TV Tropical.
Entre segunda (28) e esta terça-feira (29), a reportagem também questionou por telefone e e-mail as assessorias de Aécio e Barbalho, mas as respostas não foram enviadas. A reportagem tentou fazer contato com a assessoria de Collor nos dois dias, deixou recados, porém não obteve resposta.
O senador Edison Lobão (PMDB-MA) também estaria na lista como sócio da rádio Guajajara, no Maranhão, mas seu suplente, Edison Lobão Filho, que é dono de uma rede de TV no Estado, disse ter assumido a parte do pai na emissora. 

Nota da AGU

Procurada para comentar o assunto, a assessoria de Temer no Palácio do Planalto orientou a reportagem a fazer contato com a AGU, responsável pela elaboração da peça de arguição enviada ao STF. Veja abaixo a íntegra da nota enviada pela AGU.
"A medida judicial adotada foi sugerida ao Presidente da República como instrumento cabível  diante da verificação, a partir de informações da Consultoria Jurídica junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações - Conjur/MCTIC, noticiando a existência de várias ações judiciais em trâmite em diversos tribunais regionais e em primeira instância em que se questiona a possibilidade de Parlamentares integrarem quadro societário de detentoras de outorgas da União para o serviço de radiodifusão.
Essa situação de existência de processos foi corroborada por pedidos de informação da Procuradoria da União no Estado do Pará em razão de processos questionando o mesmo assunto. A sugestão da medida foi acolhida pelo Presidente da República, que assinou a inicial. A solução da questão depende da análise do Corte sobre o assunto." http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2016/12/01/temer-age-para-que-deputados-e-senadores-mantenham-concessoes-de-radio-e-tv.htm?cmpid=fb-uolnot


Expectativa de vida do brasileiro aumenta para 75,5 anos, aponta IBGE

A expectativa de vida do brasileiro de ambos os sexos ao nascer passou de 75,2 anos em 2014 para 75,5 anos em 2015, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (30) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O aumento, embora pequeno, mantém a tendência de crescimento da taxa por anos consecutivos.
Em 2011, a esperança de vida do brasileiro era de 74,1 anos; em 2012, 74,6 anos; em 2013, 74,9 anos. Os dados estão na Tábua Completa de Mortalidade, publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (1º).
O detalhamento do documento será feito pelo IBGE na manhã desta quinta pela internet. Os dados apresentam as expectativas de vida às idades exatas até os 80 anos, trazendo informações por sexo e localidades.
A Tábua de Mortalidade é usada como um dos parâmetros para determinar o fator previdenciário, no cálculo das aposentadorias do Regime Geral de Previdência Social.http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2016/12/01/expectativa-de-vida-do-brasileiro-aumenta-para-755-anos-informa-ibge.htm?cmpid=fb-uolnot

Senado aprova projeto de lei para que presos sejam levados a juiz em 24 horas

O plenário do Senado aprovou hoje o projeto de lei que estabelece o prazo máximo de 24 horas para que presos em flagrante sejam levados à presença de um juiz. O prazo poderá ser estendido para 72 horas se houverem dificuldades operacionais justificadas, como o caso em que a cidade com juiz mais próxima esteja longe do local da prisão.

O projeto também regulamenta uma série de questões envolvendo as audiências de custódia, como a necessidade de exame de corpo de delito e a presença de um defensor durante o interrogatório policial. Os policiais que efetuarem a prisão não poderão também estar presentes na audiência de custódia e ela deverá ser utilizada para atestar apenas a legalidade e a necessidade da prisão, não para tomada de depoimento e coleta de provas para o inquérito.

Para a senadora Simone Tebet (PMDB-MT), que relatou a matéria no plenário, o projeto poderá auxiliar a Justiça a separar os presos perigosos dos que cometerem crime de menor potencial ofensivo, que possam ser postos em liberdade. Segundo ela, assim, será possível reduzir o número de prisões e de presos que ficam detidos durante meses antes de terem seus casos analisados por uma autoridade judicial.

“Depois de muito debate e muito diálogo, entendemos que chegamos a um parecer de consenso. O projeto não tem a ver apenas com o direito do encarcerado, mas a nossa preocupação, acima de tudo, é com a Justiça e com a sociedade”, explicou.

O projeto seguirá para análise da Câmara dos Deputados. Se for alterado, volta ao Senado para última análise antes de seguir para sanção presidencial.http://odia.ig.com.br/brasil/2016-11-30/senado-aprova-projeto-de-lei-para-que-presos-sejam-levados-a-juiz-em-24-horas.html